Menu

Notícias

03/10/2017

Diário Matinal Coinvalores - 3 de outubro de 2017

 

Bom dia,

1Produção industrial frustra as expectativas em agosto. O IBGE divulgou os dados da produção industrial de agosto com queda de 0,8% em relação a julho, pressionado pela indústria alimentícia e de máquinas e equipamentos. Na comparação com agosto de 2016, a produção industrial avançou 4,0%, bem abaixo da projeção média de mercado.

a

PPI da zona do euro sobe em agosto. O índice de preços ao produtor da zona do euro apresentou alta de 0,3% em agosto, ficando acima do reportado no mês anterior e bem maior que a projeção de mercado que apontava para uma leve alta de 0,1%. E na comparação anual, o PPI aumentou 2,5%, também acima da estimativa que era de elevação de 2,3%. E o núcleo do PPI, que exclui os preços de energia, apresentou elevação de 0,1% em agosto ante o mês anterior.

Bolsas novamente no azul. Respondendo com delay ao sentimento positivo trazido pelos dados positivos da indústria americana, as Bolsas asiáticas fecharam essa terça-feira no campo positivo. No caso de Hong Kong, que ficou fechada na segunda, a Bolsa respondeu também aos PMIs chineses e ao anúncio do BC chinês, comentados ontem. Na Europa, novamente Madrid amarga um pregão negativo com a tensão ainda muito alta na Catalunha, enquanto as demais Bolsas operam em alta, mas sem a mesma pujança de ontem. Por aqui, com a agenda fraca lá fora e sem grandes novidades na seara política, os dados da indústria, que comentamos mais acima, devem ajudar a manter o Ibovespa pressionado.
 

 

a
Revisão da Sabesp (SBSP3) é, novamente, adiada. A deliberação da segunda revisão tarifária da Sabesp, prevista anteriormente para ocorrer nesta terça-feira, só deve ocorrer na próxima semana, no dia 10/10, segundo o novo cronograma da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo - ARSESP. Mantemos visão positiva para o desfecho desse processo, mas vislumbramos que o impacto dessa postergação é apenas marginalmente negativo no pregão de hoje.

Petrobras (PETR4) privatizada? Ontem, o Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho, deixou em aberto a possibilidade de privatização da petrolífera, o que certamente irá impulsionar os papéis da companhia hoje. Porém, o próprio ministrou deixou claro que o movimento está "fora de cogitação" neste momento, pois "não dá para tocar todas as agendas". Essa hipótese, por ora remota, a nosso ver, ainda mais diante da corrida para a eleição presidencial de 2018. De toda forma, a novidade deve ensejar ânimo no mercado bursátil e favorecer os papéis PETR4, que seguem descontados em bolsa.

Qualicorp (QUAL3) passa a controlar integralmente o Grupo Aliança. A companhia informou que exerceu sua opção de compra para adquirir 25% do capital social do Grupo Aliança, que inclui a administradora e a corretora de planos de saúde coletivos, empresas cuja participação da Qualicorp já era de 75%. O valor total da operação será de R$ 272,0 milhões, equivalente ao montante pago em 2012 e em 2014, quando a companhia incorporou essas empresas, com a devida correção monetária. Com a transação, o fundador do Grupo Aliança deixará de exercer as funções de presidente das subsidiárias. Acreditamos que a incorporação deverá contribuir marginalmente com os números consolidados da Qualicorp e, dessa forma, seus ativos poderão reagir positivamente no pregão de hoje.
 

AGENDA DE DIVIDENDOS
 

Bons negócios.


« Voltar