Menu

Notícias

07/05/2018

Diário Matinal Coinvalores - 7 de maio de 2018

 

Bom dia,

Boletim Focus tem nova redução na projeção para o PIB. O relatório de hoje trouxe novamente redução na expectativa para o crescimento para o PIB em 2018 projetando elevação de 2,70% ante os 2,75% da última divulgação. Para o próximo ano, as projeções permanecem em 3%. O câmbio também vem sendo revisado, saindo de uma taxa de R$ 3,35 para o fim de 2018, para R$ 3,37. Já o IPCA projetado não foi alterado, permanecendo em 3,49% e 4,03%, para 2018 e 2019, respectivamente.

a

Confiança do investidor cai na Zona do Euro. O índice de confiança do investidor do bloco europeu registrou 19,2 pontos em maio, recuando frente aos 19,6 pontos da leitura preliminar e ficando bem abaixo das expectativas que apontavam para 21,0 pontos. As questões comerciais envolvendo os EUA, a elevação das tensões geopolíticas ao redor do globo e as negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia foram os principais elementos para justificar a menor confiança dos investidores nesse período.

Discursos de presidentes regionais do Fed no radar. Após o payroll na sexta passada, a agenda americana está bem mais amena nesse começo de semana. O mercado deve ficar atento aos discursos de diversos presidentes regionais do Fed nessa segunda, com destaque para os presidentes dos Fed’s de Atlanta e de Richmond, que têm direito a voto nesse ano. Além disso, o presidente Trump afirmou que deve decidir sobre o acordo nuclear com o Irã, outro fator que pode movimentar os mercados.

Bolsas perto da estabilidade. As Bolsas europeias operam no campo positivo, mas sem grandes variações, em dia com liquidez menor por lá, por conta de um feriado que fecha o mercado britânico nessa segunda. Na Ásia, enquanto o mercado japonês voltou do feriado prolongado com leve retração de 0,03%, o dia foi positivo na China, na esteira da valorização das commodities.

 

aResultado pressionado da BB Seguridade (BBSE3). A companhia viu seu lucro cair 8,6% na comparação com o 1T17, em parte pela retração na taxa Selic entre os dois períodos, mas também pelo desempenho abaixo do esperado em alguns segmentos, como rural, que apresentou retração nos prêmios emitidos nesse trimestre, e vida, que ficou praticamente em linha com o primeiro trimestre do ano passado. O guidance da BB Seguridade para o ano é que o lucro líquido fique em linha com o apresentado no ano anterior, numa faixa que considera uma queda de 2% ou uma alta de 2%, mas o bottom line do 1T18 veio bem abaixo disso.

Resultado da BR Distribuidora (BRDT3) segue em gradual melhora. A estratégia da companhia de priorizar a rentabilidade de suas operações, o maior controle de custos e despesas e o maior preço praticado neste início de ano levaram a BR a reportar interessante melhora em doze meses, com alta de quase 20% no EBITDA ajustado, mesmo diante de um volume de vendas 2,2% menor do que o registrado no 1T17. O resultado financeiro também foi significativamente melhor, impulsionando o lucro líquido do período em análise. Seus papéis tendem a reagir de forma marginalmente positiva à divulgação.

Taxa de ocupação da Gol (GOLL4) melhora em abril. A cia aérea divulgou sua prévia operacional do mês passado com melhora de 0,9 p.p. na taxa de ocupação consolidada. A melhora é decorrente do avanço de 3% na demanda por voos domésticos que superou a elevação de 1,3% na oferta. Nos voos internacionais, mesmo com retração de 3,6% na oferta, houve piora de 2,9 p.p. no load factor, com queda de 7,2% na demanda. No transporte de cargas, a companhia transportou 5,6% mais que no mesmo mês do ano anterior. Com o bom desempenho nos voos domésticos e números piores nos internacionais, a divulgação deve ter impacto apenas marginal nos papéis.

Viracopos, da Triunfo (TPIS3), entra com pedido de recuperação judicial. A concessionária do aeroporto de Campinas, controlada pela Triunfo, pela UTC e pela francesa Egis, decidiu entrar com pedido de recuperação judicial, após o processo de relicitação, pedido pela companhia no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) seguir estagnado por nove meses. Nesse meio tempo, a ANAC abriu um processo que pode levar a decretação da caducidade do contrato.

Petrobras (PETR4) irá apresentar resultado amanhã, antes da abertura. E a expectativa é positiva para os números da estatal neste 1T18, sobretudo em razão do preço mais atrativo do petróleo no mercado internacional, do maior controle sobre custos e despesas e da melhora no desempenho da BR Distribuidora (BRDT3), bem como pela continuidade no processo de desinvestimentos, que deve contribuir para redução de sua alavancagem no período. Ademais, fica no radar uma possível distribuição de proventos, tendo em vista a nova política da companhia. Tal perspectiva deve dar fôlego para os papéis da Petrobras já a partir de hoje, em que pesem as incertezas relacionadas à negociação da cessão onerosa, prevista para ocorrer até o dia 17/05.

Locamerica (LCAM3) solta seu balanço hoje. As expectativas são bastante positivas para o resultado da companhia, sobretudo por conta da consolidação das operações da Unidas. Sobre o 1º trim/17, se espera salto de 50% na receita líquida, de 55% no EBITDA e que o lucro líquido saia dos R$ 12,4 milhões para algo ao redor dos R$ 20,0 milhões no primeiro trimestre deste ano. Diante das estimativas otimistas, os ativos LCAM3 já poderão ficar no campo positivo na sessão de hoje.

Linx (LINX3) também divulga seu resultado. A desenvolvedora de softwares para o varejo deverá apresentar bom crescimento, tanto pela evolução de suas operações quanto pelas aquisições realizadas. Na comparação com o 1º Trim/17, estima-se que a receita líquida aumente cerca de 20%, já o EBITDA cresça em menor proporção (+15%) e o lucro líquido fique estável entre os períodos basicamente em razão do resultado financeiro menor, diante da redução na posição de caixa por conta das aquisições e pela queda na taxa de juros ao longo desses doze meses. Entendemos que os ativos LINX3 poderão ficar no campo positivo.

AGENDA DE DIVIDENDOS

 


 

AGENDA DE RESULTADOS
 

 

Bons negócios


« Voltar