Menu

Notícias

13/09/2018

Diário Matinal Coinvalores - 13 de setembro de 2018

 

Bom dia,

Vendas no varejo piores que o esperado. As vendas no varejo acabaram vindo piores que o esperado em julho, variando -0,5% frente a junho, terceiro resultado negativo consecutivo, acumulando assim perda de 2,3% nesse período. No comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de veículos, motos, autopeças e materiais de construção, o volume de vendas recuou 0,4% em relação a junho.

a

BCE confirma redução do ritmo de compra de ativos. Hoje mais cedo tivemos reuniões dos comitês de política monetária do Banco Central Europeu e do Banco da Inglaterra. No caso do BCE, o destaque foi a decisão de manter o timing para redução do ritmo do programa de compra de títulos para o final desse mês, mas condicionou fim do programa após dezembro ao panorama de médio prazo para a inflação. Não tivemos mudanças na taxa de juros por lá. Agora o mercado acompanha a entrevista com o presidente do banco Mario Draghi, que pode dar mais sinais sobre a sua expectativa para o crescimento do bloco e para a inflação. Na Inglaterra, o BoE também decidiu manter a taxa inalterada após a alta de 0,25 p.p. na última reunião. A decisão de hoje foi unânime. No comunicado, o banco mostrou preocupação com o desenrolar do Brexit e com o impacto da disputas comerciais, especialmente entre EUA e China, no crescimento global.

Inflação na Alemanha. Em agosto, o índice de preços ao consumidor avançou 2% na comparação anual, mantendo o ritmo da leitura anterior, sobretudo em razão da aceleração dos preços de alimentos e energia. Excluindo esses dois itens a alta teria sido de 1,3% frente a agosto de 2017, devido ao arrefecimento do índice no setor de serviços.

Nos EUA, inflação também é destaque. Após os preços ao produtor ficarem aquém do esperado ontem, hoje a divulgação dos preços ao consumidor ganha ainda mais relevância. As estimativas apontam para uma alta mensal de 0,3% em agosto, levemente superior a registrada em julho, com o núcleo (que exclui itens mais voláteis) mantendo o ritmo de crescimento em 0,2%. Ademais, será divulgado o número semanal de pedido de auxílio desemprego e o resultado fiscal de agosto, que também podem trazer alguma movimentação para o mercado, assim como qualquer novidade em âmbito comercial.

Bolsas de volta ao campo positivo. Após um início de semana tenso, enfim as bolsas asiáticas voltaram a registrar ganhos nesta manhã, após notícias de que os Estados Unidos e a China estariam próximos de retomar as negociações comerciais. A novidade também dá algum fôlego para as Bolsas europeias, mas a valorização é limitada pelas reuniões dos bancos centrais da região, que comentamos acima, com os investidores à espera do discurso de Mario Draghi.
 

   
  


Assembleias de Fibria (FIBR3) e Suzano (SUZB3) sobre a fusão. As duas empresas vão realizar AGEs hoje pela manhã para apreciar a fusão entre elas. Apesar da posição de alguns minoritários da Fibria contrários à transação, o cenário base é o negócio ser aprovado sem grandes surpresas, o que deve levar as ações para o campo positivo, após alguns dias pressionados.

Novo edital para OPA da CPFL Renováveis (CPRE3). A State Grid protocolou na CVM um novo edital para OPA da companhia, agora, ao preço mínimo reivindicado pelo órgão regulador, de R$ 14,60, valor que será ajustado pela taxa Selic desde janeiro do ano passado até a efetiva conclusão da oferta. A área técnica da CVM ainda deve analisar o edital e a demonstração justificada do preço da oferta pública, portanto, a data para realização do leilão ainda não foi definida. A novidade não deve exercer influência relevante sobre os ativos CPRE3 hoje.

Via Varejo (VVAR3) dá mais um passo para digitalização. A companhia anunciou que fez parceria com a fintech AirFox, que permitirá que seus clientes autentiquem e digitalizem faturas, além de efetuarem os pagamentos do carnê Casas Bahia diretamente pelo aplicativo móvel. A solução também permitirá outras funcionalidades digitais por meio de uma carteira virtual, tais como, pagamento de contas (água, luz, gás, internet, telefone, entre outras), recarga de celular pré-pago e de cartão de transporte público, além de realizar transferência de crédito e recursos para outros usuários. Segundo a companhia a implantação completa está prevista para fins de 2019 e passa a ser mais uma solução digital para a integração completa entre a CNova com a Via Varejo neste mês.

JBS (JBSS3) antecipa pagamento de dívida. A companhia comunicou em fato relevante que concluiu a antecipação do pagamento das parcelas que venceriam em 2019 e 2020 da renegociação de dívidas feita no começo desse ano, com alguns bancos brasileiros. O montante total antecipado é de R$ 2,0 bilhões. Esse acordo foi fechado após a delação premiada dos irmãos Batista. O acordo foi selado com bancos nacionais e internacionais para garantir a manutenção de linhas de créditos. Segundo a empresa, essa antecipação reflete a sua estratégia de redução de seu endividamento e acaba melhorando o perfil de sua dívida.

Iochpe Maxion (MYPK3) distribuirá proventos. A companhia vai distribuir JCP no montante líquido de R$ 0,1962 por ação, o que corresponde a um yield de 0,9% sobre a cotação no fechamento de ontem. Os papéis ficarão ex-proventos na próxima terça-feira (18/09) e o pagamento deve ocorrer até março de 2019.

AGENDA DE DIVIDENDOS
 

Bons negócios


« Voltar