Menu

Notícias

06/03/2019

Diário Matinal Coinvalores - 6 de março de 2019

Bom dia,

 

 

Projeções para o PIB recuam. Sem grandes novidades no tocante à reforma da previdência, o noticiário político gira em torno da polêmica envolvendo os tweets do presidente Bolsonaro sobre o carnaval, aparentemente sem grande impacto. Na agenda, logo antes da abertura saiu o Boletim Focus, com destaque para a queda na mediana da estimativa para o PIB desse ano, que estava em 2,48% há uma semana e agora ficou em 2,3%. Enquanto isso, a projeção para o IGP-M seguiu direção oposta, indo de 4,05% para 4,46%.

 

Agenda americana. Hoje de manhã, a processadora de folha de pagamentos ADP divulgou os números de emprego no setor privado com a criação de 183 mil vagas em fevereiro, um pouco abaixo do esperado pelo mercado, mas ainda mostrando uma boa expansão e ainda revisou os números de janeiro, de 213 mil novos postos para 300 mil. A balança comercial americana mostrou um déficit maior que o esperado em dezembro, chegando a US$ 59,8 bilhões, quase 19% acima do déficit mostrado em janeiro. Hoje à tarde, presidentes regionais do Fed discursam, com destaque para John Williams, do Fed de NY, regional que sempre tem direito a votar no FOMC. No final da tarde, sai o Livro Bege com um retrato sobre a atividade nos EUA.

Zona do euro tem estimativa de sua economia rebaixada. A OCDE mostrou pessimismo em suas estimativas para a economia do bloco, apresentando queda de 0,8 p.p. em apenas três meses na projeção para o PIB desse ano, agora em 1%. Para o Reino Unido, redução de 0,6 p.p., com estimativa de crescimento de 0,8%. O relatório destaca que o comércio mundial vem se desacelerando devido às barreiras comerciais existentes e o processo do Brexit.

Bolsas sem direção definida. As sinalizações positivas de autoridades sobre um possível acordo com a China não são suficientes para impulsionar as Bolsas americanas na abertura, com índices levemente no vermelho. Na China, o dia foi mais positivo, com o anúncio de estímulos por parte do governo, um dia após confirmar que espera um crescimento menor em 2019, entre 6% e 6,5%. Na Europa, o dia é de Bolsas de lado à espera da reunião do BCE, amanhã. O panorama externo não sofreu grandes alterações durante o feriado do carnaval, com a expectativa ainda concentrada nas negociações entre EUA e China e nos sinais quanto a pujança da atividade nos dois países.

 Executivos da Vale (VALE3) são afastados. Alguns executivos da companhia, inclusive o diretor-presidente, Fabio Schvartsman, pediram afastamento temporário de suas funções, na última sexta-feira, após recomendação do MPF e das polícias federal e civil de Minas. Eduardo de Salles Bartolomeo, até então diretor executivo de metais básicos, foi nomeado diretor-presidente interino da  Vale. As ações da mineradora tendem a reagir de forma marginalmente negativa à novidade, com a melhora nas projeções para o preço do minério de ferro ao longo de 2019 atenuando o impacto.

CSN (CSNA3) segue otimista. A siderúrgica anunciou guidance para EBITDA ajustado de 2019 no valor de R$ 7,5 bilhões, o que representa uma alta de quase 30% frente aos R$ 5,8 bilhões registrados em 2018. As ações CSNA3 devem responder de forma positiva à divulgação.
 

 

Bons negócios.

 

 

 


« Voltar